Home / Economia / PIB do Brasil deve crescer entre 1,5% e 2%, diz Instituto Mauá

PIB do Brasil deve crescer entre 1,5% e 2%, diz Instituto Mauá

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,1% em 2019, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Trata-se do menor avanço em três anos. Em valores correntes, o PIB totalizou R$ 7,3 trilhões em 2019. Foi a 3ª alta anual consecutiva após dois anos de retração, mas o ritmo lento de recuperação ainda mantém a economia do país abaixo do patamar pré-recessão.

O coordenador do curso de Administração do Instituto Mauá de Tecnologia, Ricardo Balistiero, afirmou que a expectativa para 2020 é que o PIB do Brasil fique entre 1,5 e 2%. Segundo ele já existem instituições internacionais e bancos internacionais colocando o PIB do Brasil em 1.4% em 2020. Um número bem abaixo da expectativa do governo que no ano passado tinha a previsão de colocar o PIB em 2,5%.

“Existe um dado vindo dos indicadores estatísticos que coloca o PIB do Brasil para 2020 com crescimento perto de zero. Então a economia vai ter que dar um salto grande para que consiga crescer a expectativa do governo. E o ano começou muito mal, com o coronavírus que certamente vai levar o PIB do país para baixo e a crise entre o poder legislativo e o executivo que certamente vai atrasar as reformas administrativa e tributária, prejudicando o desenvolvimento da economia”, disse.

Por: Aloísio Coutinho | Fonte: portal Bahia Econômica

Para comentar esta notícia você deve está logado no Facebook, os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, e não representam a opinião deste site. Se algum comentário violar os termos de uso, denuncie.

Sobre Aloísio Coutinho

x

Check Also

Caixa divulgará aplicativos para cadastro e retirada de renda básica emergencial

Será lançado na próxima terça-feira, 7, pela Caixa Econômica Federal, um aplicativo de cadastramento para ...

Saiba como acessar o auxílio emergencial de R$ 600 aos MEI e informais

O auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais atingidos pela quarentena do coronavírus foi ...

Governo zera impostos de produtos usados no combate ao coronavírus

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) ampliou a lista de produtos necessários ao combate do ...