Home / Acidentes / Bahia registra mais de 20 mil mortes em acidentes de trânsito nos últimos 10 anos.

Bahia registra mais de 20 mil mortes em acidentes de trânsito nos últimos 10 anos.

Por: Aloísio Coutinho. Fonte: G1.

A Bahia registrou 24.479 mortes em acidentes de trânsito, entre 2009 e 2018, segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Conforme o órgão, o número é maior que a população de 287 cidades baianas, como Laje, Uauá e Coração de Maria. De acordo com a Sesab, até outubro deste ano, foram registrados 1.481 óbitos causados por acidentes de trânsito. Além disso, a secretaria destaca que cerca de 40% das internações hospitalares no estado são por causa de acidentes, na maioria das vezes envolvendo motocicletas.

A Bahia foi o primeiro estado do Brasil a incluir os acidentes de trânsito na lista de doenças de notificação compulsória (obrigatória), para interesse de saúde pública, em novembro de 2017. Segundo informações da Sesab, entre 1° de janeiro e 8 de outubro de 2017, foram registrados 16.822 vítimas de acidente de trânsito, média superior a 59 casos por dia.

O órgão de saúde informou que segundo os dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinam), 75,1% das vítimas eram homens e 57,1% deles tinham entre 20 e 39 anos. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, no Brasil, estimativas calculam em cerca de R$ 50 bilhões ao ano os gastos com os acidentes de trânsito. No cálculo, o órgão leva em conta atendimento médico-hospitalar, seguros de veículos, danos a infraestruturas e perda ou roubo de cargas.

Na Bahia, entre 1° de janeiro de 2015 e 4 de outubro deste ano, as despesas com internação hospitalar custaram R$ 50 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS). O montante não contabiliza medicamentos, fisioterapias, órteses e próteses, o que multiplicaria o valor em mais de 10 vezes. Os acidentes de trânsito vão ser o tema do Simpósio Internacional Trânsito Seguro, que acontece nesta terça-feira (15), a partir das 8h30, no auditório jornalista Jorge Calmon, na Assembléia Legislativa da Bahia (Alba).

O evento é gratuito e vai ter inscrições feitas no local. Vão ser abordados experiências nacionais e internacionais de êxito, nos quais os elementos vão fazer parte do plano estadual para redução das mortes e lesões por acidentes de trânsito, que vai ser apresentada ainda neste ano.

O Simpósio vai contar com as presenças da chefe da representação da OPAS/OMS no Brasil, Socorro Gross, e do diretor do Consejo Nacional de Seguridad Vial da Costa Rica, Cralos Contreras-Montoya. Também vão participar do evento a presidente da Associação Nacional de Detrans, Larissa Britto, o diretor da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério de Saúde, Eduardo Macário, e o comandante da operação Lei Seca em Pernambuco, major da Polícia Militar André Felipe Gondim.

Por: Aloísio Coutinho. Fonte: G1.

Para comentar esta notícia você deve está logado no Facebook, os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, e não representam a opinião deste site. Se algum comentário violar os termos de uso, denuncie.

Sobre Aloísio Coutinho

x

Check Also

Motorista perde controle da direção, carro despenca em barranco e atinge escola

Itamaraju | O acidente automobilístico aconteceu na manhã deste domingo, dia 9 de fevereiro, no ...

Batida entre carreta e caminhão mata uma pessoa e deixa outra ferida

Segundo ViaBahia, caso ocorreu na altura de Poções, no sudoeste da Bahia. Motorista da carreta ...

Quatro feridos e criança morta após acidente de carro

Uma criança de 8 anos morreu e outras quatro pessoas da mesma família ficaram feridas ...