Home | SAÚDE | Vídeo | Enquanto muitos veem dificuldades Idoso vai se vacinar montado em jumento

Vídeo | Enquanto muitos veem dificuldades Idoso vai se vacinar montado em jumento

Goiânia – Uma dupla inusitada chamou a atenção na fila de carros à espera da vacinação em um drive thru em Luziânia, no Entorno do DF. O idoso João de Abreu, de 68 anos, recebeu o imunizante montado no jumento Freio de Ouro, na tarde dessa segunda-feira (5/4).Animado e de máscara, o homem esperou chegar calmamente a sua vez de receber a dose de esperança. Aos servidores da saúde que prestavam o atendimento, ele contou que não quis esperar algum automóvel disponível para levá-lo.Colocou cabresto e sela no jumento, saiu do Setor Viegas II e cruzou parte da cidade até uma Unidade Básica de Saúde para se vacinar. Seu Abreu, como é mais conhecido, percorreu cerca de três quilômetros de ida e outros três de volta.

A iniciativa foi publicada no Instagram da Prefeitura de Luziânia e atraiu a simpatia dos seguidores. A fisioterapeuta Carla Melo, que trabalhava na campanha de imunização, foi responsável por gravar o vídeo e comentou na publicação que todos ficaram encantados com a iniciativa.“Me disse que poderia postar a vontade que teríamos muito curtidas… uma figura mesmo! É um exemplo para muitos que arrumam mil desculpas e dificuldades para ir atrás da imunização”, disse.

O perfil Alaidy Souza também comentou na publicação. Ela disse que João Abreu é seu sogro. “Ele está muito orgulhoso, é um grande exemplo, foi tomar a vacina com o que tinha, como ele diz, queria mostrar o que ele é!”Outro perfil, Lidiane Pereira, se identificou como filha de Seu Abreu. “Meu pai muito satisfeito por marcar um momento muito importante para todos, mostrando a sua naturalidade com o seu jumentinho que é uma história na vida dele, Freio de Ouro.”Luziânia atualmente está vacinando idosos a partir de 66 anos.

A vacinação está ocorrendo em três pontos da cidade do Entorno do DF entre 9h e 17h. Ao todo, 8.433 pessoas do município já foram vacinadas, 3,99% em 1ª dose e 0,93% em 2ª dose.De carroçaSeu Abreu não é o primeiro em Goiás a chamar a atenção ao buscar a fila da vacinação de maneira inusitada. No início da campanha, em fevereiro, o aposentado Juarez Barbosa, de 90 anos, foi de carroça receber a vacina em Piracanjuba.Criador de cavalos e tendo como meio de transporte a carroça, o idoso não titubeou.

À época, uma das sobrinhas contou que ele aguardava ansiosamente pela vacina e que tinha medo de se contaminar com o novo coronavírus. “Ficamos muito aliviados”, comentou.De éguaTambém em Luziânia, recentemente, chamou a atenção o caso do estudante Lorran Dias dos Santos, de 13 anos. Ele cursa o oitavo ano do ensino fundamental e vai montado na égua Kíria para buscar as atividades quinzenais em uma escola. A rede pública estadual de ensino encontra-se em atividades remotas desde o ano passado em função da pandemia.

Ele percorre quilômetros até o local e diz que vale o esforço. “Eu vou a cavalo para a escola porque é o jeito que eu tenho de estudar. Estudar é o que vai definir o que você vai ser no futuro”, disse ele. O sonho do estudante é ser engenheiro agrônomo.

Por: Aloísio Coutinho | Fonte: ultimasnoticiasdobrasil

Comentários

Sobre Aloísio Coutinho